Quanto custa uma passagem para Coreia do Sul? Dicas e Preços

As melhores épocas para visitar Seul são de março a maio e de setembro a novembro, quando o clima é ameno e as despesas de viagem são baixas, como passagem área e hospedagem.

Se você realmente quiser economizar, vai querer viajar para Coreia do Sul entre dezembro e fevereiro.

É melhor evitar os meses de verão, também conhecidos como temporada de monções. Durante esses meses, Seul é desconfortavelmente úmida e cheia de turistas. Além disso, os custos da viagem aumentam muito!

Qual é o melhor preço de passagem para Coreia do Sul?

Air China está com bons preços para quem quer viajar para a Coreia do Sul.

Saindo de São Paulo, o preço das passagens para o período de inverno, novembro a março, vai de R$ 3.228,00 a R$ 3.918,00. Geralmente, são 12 a 50 dias de viagem.

Passagens para Seul.

Então, se você não se importa com o frio, é possível ir para a Coreia pagando R$ 3.228,00, com todas as tarifas incluídas, na passagem.

Como acompanhar os preço das passagens para Coreia do Sul?

Acompanhe as promoções de passagens na Decolar e Google Flights. As vezes os preços podem ser melhores nos próprios sites das companhias áreas. Então, fique ligado e sempre acesse eles!

Se viu um preço muito bom, mas não conseguiu garantir a reserva, entre em contato com a companhia e peça um desconto.

Recomendação de trajetos

Existem várias pontes aéreas para a Coreia do Sul.

A primeira e uma das mais confortáveis é pelos Estados Unidos. Você sai do Brasil, chega nos Estados Unidos, para uma conexão, e depois parte para a Coreia do Sul.

Outra opção muito confortável é fazer uma parada em Doha ou Dubai e seguir para a Coreia do Sul.

Essas opções mais confortáveis (1 parada), geralmente, são mais caras. Elas variam de R$ 4.000 a R$ 5.000, em classe econômica.

Existem opções mais baratas e, naturalmente, com mais paradas. Caso você for comprar uma passagem com muitas conexões, pense em comprar uma entrada em uma sala VIP no aeroporto, para tomar banho e descansar.

Vistos de trânsito​​

Dois caminhos são os mais comuns: via Europa e via América do Norte, algumas vezes com escala no Japão ou China.

Para viajar via América do Norte, (Estados Unidos, Canadá ou México), é necessária a emissão de visto, mesmo que você esteja somente em trânsito (ou seja, irá fazer somente a troca de avião no país).

A emissão do visto de trânsito canadense é gratuita, mas deve ser solicitada com antecedência, pois pode demorar algumas semanas para ser efetuada. 

Verifique essas informações junto à embaixada destes países no Brasil, já que as mesmas podem sofrer alterações. 

Quando ir para a Coreia do Sul?

Mês de março

Melhor época para viajar!

A primavera é sem dúvida a estação mais bonita de Seul. A cidade entra em erupção com árvores em flor e flores desabrochando, incluindo flores de cerejeira. O clima também é bastante agradável.

Os preços das passagens e hotéis também são os mais administráveis.

No entanto, ainda é uma boa ideia reservar com antecedência.

Embora as multidões não sejam tão espessas quanto a temporada de verão, os muitos visitantes de primavera em Seul podem limitar suas opções de hospedagem.

Se você quiser pegar as flores de cerejeira, planeje estar em Seul na segunda semana de abril (entre 9 e 10 de abril). Isso lhe dará a melhor chance de ver as flores de cerejeira.

Com isso dito, lembre-se de que as flores são dependentes do clima, então ainda não há garantia e é por isso que é uma boa ideia ir para Seul um pouco mais cedo.

Junho – Agosto

Se você não se importar com a umidade opressiva, as longas filas, as chuvas torrenciais e os altos custos de viagem, então venha para Seul no verão.

Mas para umas férias mais confortáveis, opte por uma estação de ombro doce (primavera ou outono).

Se você decidir planejar uma viagem para esta época do ano, não deixe de conferir os festivais vibrantes que acontecem em Seul nos meses de julho e agosto.

Setembro a novembro

Melhor época para viajar!

Seul experimenta um clima agradável no outono. A passagem aérea no outono e os preços dos hotéis também são mais acessíveis em comparação com as taxas de verão e a baixa densidade de pessoas significa mais tranquilidade nas principais atrações.

Durante o Chuseok (feriado na Coréia do Sul), tenha em mente que as viagens podem ficar mais movimentadas e as taxas tendem a aumentar, já que o feriado é considerado tão grande quanto o Ano Novo Lunar (o maior feriado do país).

Dezembro a fevereiro

Embora o inverno em Seul seja bastante frio, os preços de hotéis e das passagens aéreas ficam muito em conta. Você pode ter que levar alguns casacos pesados ​​e suéteres para uma viagem de inverno em Seul, mas será mais leve no seu bolso. No entanto, certifique-se de evitar o Ano Novo Lunar. Durante esse período, a viagem se torna cara e congestionada com as famílias que viajam para suas cidades de origem para comemorar.

Fazendo a mala

A Coreia não é o Brasil. A cultura e os hábitos coreanos são diferentes.

Por isso, é impossível manter a rotina brasileira na Coreia. A comida será diferente, a roupa será diferente, essencialmente, tudo será diferente.

A melhor dica que podemos dar é: ADAPTE-SE!

Esteja aberto e preparado para não comer feijão todos os dias, para tomar banho com “mangueirinha” e para comer arroz no café-da manhã, algumas vezes.

Por isso, não aconselhamos fazer um estoque de comida e de outras coisas brasileiras pra trazer – dificilmente você terá tempo e uma cozinha disponíveis para preparar comida. Se tivermos que listar alguns produtos úteis para incluir na sua mala, eles seriam:

Roupa de Frio 

Caso forno outono ou inverno, recomendamos levar duas ou três blusas de frio e​ calças de tecido grosso, para o vento frio não passar. Se tiver uma meia calça ou segunda pele, recomendamos fortemente colocar na mala.

Medicamentos

Existem muitas dúvidas quanto a quais medicamentos trazer do Brasil e quais podem ser encontrados aqui.

Em geral, remédios simples para gripe e dor de cabeça podem ser comprados facilmente nas farmácias coreanas por um preço muito mais baixo que no Brasil.

No entanto, para medicamentos mais complexos, é necessária a apresentação de receita médica na compra, o que pode ser solicitado a um médico coreano. Há também a possibilidade de o medicamento não ser encontrado aqui.

Por isso, a dica é: traga alguns remédios, para tratar doenças simples, com os quais você já esteja acostumado. Além disso, coloque na mala remédios para dor de garganta, dor de barriga e enjoos.

Desodorante

Especialmente se você é do tipo que só “dá jeito” no odor com uma marca específica. Os desodorantes existem na Coreia, mas as opções são poucas já que os coreanos não usam (não precisam). Caso você esteja em Seul, lojas como Olive Young e Watsons têm desodorantes de marcas internacionais, como Nivea.

Sutiã

Não é fácil encontrar sutiãs para o tamanho de busto brasileiro. Por isso, aconselhamos trazer algumas peças daí.

Barbeador

Os coreanos em geral não têm muito pelo e, consequentemente, quase não têm barba. Por isso, os barbeadores que se encontram na Coreia são muito fracos para um brasileiro. Existem aparelhos de barbear e barbeadores muito bons, mas não é fácil de encontrar e são caros. Em Seul, lojas como Olive Young e Watsons têm barbeadores e cremes para barbear de marcas como Gilette e Nivea.

Sapatos

Não é muito fácil encontrar sapatos para mulheres que calçam acima do tamanho 37 e quando se encontra, é caro. O mesmo para os homens que calçam acima de 43. A vantagem é que calçados são muito mais baratos por aqui, portanto, se você estiver disposto a procurar, será recompensado. A sugestão é procurar no bairro de Itaewon, em Seul, e em lojas como ABC Shoes. Não desista se não encontrar na primeira loja em que você entrar!

Vistos

  • Brasileiros que viajam a turismo são isentos de visto para permanência de até 90 dias na Coreia do Sul.
  • Visitantes que planejam ficar na Coreia por mais de 90 (noventa) dias, devem obter o visto antes de entrar no país.

Solicitação do visto

​Se você ficar na Coreia do Sul por mais de 90 (noventa) dias, deve solicitar o visto. Seguem os dados necessários:

  • Formulário preenchido
  • Uma foto 3.5 X 4.5 cm, colorida e recente (sem óculos)
  • Passaporte original (com validade mínima de 6 meses) e cópia simples da página de dados pessoais
  • Carteira de identidade RG ou RNE, original e cópia autenticada
  • Comprovante de residência, original e cópia
  • Documentos adicionais, que dependerão do motivo da viagem:

Trabalho: Carta convite da Coreia, CNPJ (Business Registration Number) da empresa da Coreia, entre outros
Estudos: Certificado ou comprovante de matrícula, entre outros
Pessoas que já possuem a confirmação de visto na Coreia: Certificado de emissão ou código de visto (Ministério da Justiça da República da Coreia)

Taxa de emissão do visto:

  • Até 90 dias R$ 144,00
  • Acima de 90 dias R$ 216,00
  • Múltiplas entradas R$ 324,00

Prazo para retirada:

Após o recebimento da documentação, o prazo para emissão do visto é de 7 dias úteis.

Antes do embarque

Seguro saúde

Apesar da embaixada da Coreia do Sul no Brasil informar que não é necessário fazer seguro viagem, é extremamente recomendável adquirir um seguro de saúde para o seu período de estadia na Coreia. para viajar para a Coreia do Sul.

A maioria das bolsas providencia o seguro de saúde ou oferece recursos para adquiri-lo. Verifique se a sua bolsa oferece o seguro e como funciona. Se não, recomendamos verificar junto a sua universidade a possibilidade de adquirir o seguro na Coreia.

Em geral, os seguros coreanos são mais baratos que os seguros para viagem vendidos no Brasil, muitas vezes com uma cobertura maior.

Para mais informações, entre em contato:

Consulado-Geral da Coreia do Sul em São Paulo

  • Endereço: Av. Paulista, 37, 9° Andar, Unidade 91 e 92 – Cerqueira Cesar
  • CEP 01311-902 – São Paulo -SP
  • Telefone: +55 (11) 3141-1278 e +55 (11) 3141-1279

Certificado de Vacinação

A Coreia não exige a apresentação de comprovante de vacinação quando da entrada do estrangeiro no país. No entanto, alguns países da Ásia fazem essa exigência. A vacina contra febre-amarela é a mais frequentemente exigida nos países asiáticos.

Por isso, se você pretende viajar na região, aconselhamos preparar o seu Certificado Internacional de Vacina. Se possível, emita este certificado ainda no Brasil.

O certificado é emitido pela Anvisa e é gratuito.

Dentro do avião

​Dentro do avião, serão entregues 3 documentos para você preencher o durante o voo.

Você precisa preencher todas as informações em inglês. Mas você pode escrever seu nome e nacionalidade em chinês.

Por favor, tenha cuidado para que o “endereço na Coreia” seja o endereço do seu hotel ou se você vai morar na casa do seu amigo.

O número de telefone deve ser o número da Coreia. Se você não tem, você pode simplesmente anotar o número de telefone do seu hotel ou se o seu amigo tiver o número da Coreia, você também pode escrever sobre ele.

Os formulários estão disponíveis em inglês e são fáceis de entender. Na minha experiência, seria mais rápido se você tivesse sua própria caneta, então leve uma com você. Verifique também se todas as informações estão corretas e consistentes, por exemplo, o seu propósito de visita deve corresponder ao seu tipo de visto, etc.



Cartão de Chegada/Arrival Card

Os visitantes que entram na Coreia devem apresentar um cartão de chegada.

Os estrangeiros que permaneçam por mais de 90 dias e tenham concluído o registro no Serviço de Imigração da Coréia não precisam apresentar os cartões de chegada.

Formulário de declaração aduaneira/Customs Declaration Form

Todos os visitantes que entram na Coreia precisam preencher um formulário de declaração alfandegária.

Embora cada viajante individual deva preencher um formulário, é necessário apenas um formulário por família para viajar com os membros da família.

Se você tiver algo a declarar, preencha dois formulários. Um você usará  na alfândega e o outro na hora da liberação alfandegária.

Questionário de quarentena/Quarantine Questionnaire

Passageiros que foram para países que relataram surtos de cólera, febre amarela ou pragas devem preencher o formulário de quarentena entregue no voo.

Desembarque

Quando você chegar, verá duas filas levando ao controle de passaporte, uma para cidadãos coreanos e outra para estrangeiros. Os oficiais verificarão seu passaporte, no caso de outros documentos necessários, levarão impressões digitais e decidirão se você pode entrar no país ou não. No entanto, não há nada para se preocupar se você não é um criminoso e só vem como turista por um curto período.

Depois de passar o controle de passaporte, você receberá um pedaço de papel como “Confirmação de entrada”, em vez de um carimbo. Às vezes, você precisará deste artigo, por exemplo, quando quiser fazer um contrato de aluguel ou de internet. Por isso, mantenha-o atento.

E agora, você está oficialmente na Coreia do Sul!​

Continue lendo:

Sobre: Papo Coreira

Bate-Papo Coreia é um portal de conteúdo sobre a Coreia do Sul criado por Letícia e Filipe. Mineiros, casados, fundadores da Tihee, agência de Marketing Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *